28.6.05

Aos leitores desse blog

Não se preocupem.
Aprendi com a Cecília Meireles, que aprendeu com a primavera, a me deixar cortar.
E a me deixar voltar sempre inteira...

3 comments:

D. Afonso XX, o Chato said...

Para fazer algo novo de um velho, é preciso cortar para rearranjar... bjs

Gabi said...

Tati, seu poema é lindíssimo...
Lindíssimo!
Sabe, em um certo poema meu (Me Molde), escrevi uma vez...
que "não é infeliz quem chora, mas sim quem não é poeta"...
Viva Cecília Meirelles! Viva os sentimentos, que deixam a vida mais bela - mesmo que, às vezes, mais triste...
Beijo, miga!
=*

hugo said...

pior que a falta de ideias é a falta de tempo para ter ideias. mas as coisas hão de melhorar. logo, logo...
beijos