9.11.05

Inventário

Amor maternal,
amor de amigo,
amor de brinquedo,
amor escondido,
amor em segredo,
amor já vivido,
amor de parente,
amor de verdade,
amor de colega
de qualquer idade
é amor disfarçado
em ser amizade.
Amor no começo,
no meio, no fim.
Amor renascido:
meu amor por mim.
Amor esquecido,
relembrado depois.
Amor engraçado
que é o amor de nós dois.
Amores paternos
(o real e o emprestado)
amor que não tenho:
o de namorado.
Amor companheiro,
amor de irmão,
com cumplicidade
e competição.
Amor ideal -
amor de Platão.
Amores que tive,
amor que terei,
amores possíveis
e o amor que inventei.
Inventário de amores
que já conheci;
uma vida de amores,
o amor que aprendi.

6 comments:

qualquer calmaria said...

inventário... bom! Gostei! Você tem uma veia bem poética.
É isso aí, como dizia a música "saber amar é saber deixar alguém te amar". Ame muito!

Quel said...

Tati,
Acho q depois da conversa q tivemos na mesa agora a noite nao preciso dizer mais nada, neh?
Beijokas

Gu said...

Ae moça.

tentei postar no orkut mas vc me baniu de lá .
Pq esse impeachmente de orkut e msn hein?
Sem CPI nem nada... oloco.
Bjao

TatiGirl said...

Ah, é... um que eu esqueci de botar no poema: amor complicado...

ka said...

E os mortos ressurgem das cinzas...fala sério!
saudades de vc, beijo

D. Afonso XX, o Chato said...

Bonito esse inventário. Daquele que dá gosto fazer, hehehe bjs